Google+ Followers

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

A semeadura do diabo Autor: domínio público






Conta-se em antiga parábola que após ser expulso do Reino Divino e confinado nas trevas infernais, Lúcifer,  jurando derrotar a Deus através da destruição de toda a sua criação, põe-se um grande saco nas costas com as mais terríveis mentiras e saiu com seus aceclas a semear o mal.
Pelos caminhos que percorriam ele se punha a jogar por todos os lados e todas as direções as mais terríveis mentiras sem economias, distribuindo todo este mal em abundância.
E as gargalhadas com os ajudantes, o demônio se divertia com os desentendimentos e tristezas que causavam aos homens, suas principais vítimas.
Deste jeito seguia a infernal comitiva com sua maligna semeadura, até que para de repente o chefe diabólico e contempla com todo admiração uma semente do mal que retirara do saco, e com todo cuidado jogou de forma precisa e calculada mais uma armadilha para os homens. mas um dos diabretes que percorria essas veredas infernais pergunta:
-- Mestre do mal, senhor dos infernos! Porque com esta semente agiste diferente? Já que na nossa empreitada nós estávamos a jogar todas as metiras por todos os lados e de qualquer forma sem maiores preocupações.
Com uma risada assustadora, responde o tinhoso:
-- Rararararara, não vês diabinho? Aquela semente é uma Meia-verdade, que é a jóia mais preciosa do mal, porque com seu lado verdadeiro é capaz de seduzir e encantar todas as criaturas até os escolhidos por Deus. Mas a sua porção falsa envenena de tal forma os corações, que dificilmente aqueles que se contaminam conseguem se libertar desta armadilha, por isso seu estrago é maior e mais duradouro, daí o meu cuidado em saber onde plantar.



Esta singela alegoria contada nas rodas populares, nos faz lembrar das advertências de Cristo Jesus no seu mas profético Sermão, pois no monte das oliveiras asseverou o Messias sobre os dias e as armadilhas que viriam próximo ao Juízo Final. E entre todas as revelações nos ajuizava dos falsos profetas e falsos cristos que usados pelas forças do mal destruiriam muitos dos crentes, como esta na Palavra: Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos(Mateus 24:24). Por isso queridos Irmãos em Cristo Jesus, não descuidemos do Evangelho Sagrado que nos deixou o Salvador, bebamos de sua fonte de Àgua Viva e pura sem nos deixar contaminar por falsas doutrinas e falsos pregadores, que adulteram a Revelação de Deus, com interpretações enganosas com objetivos financeiros, egoísticos e de poder. Para não sermos como nos avisou Jesus de Nazaré: Deixai-os; são condutores cegos. Ora, se um cego guiar outro cego, ambos cairão na cova(Mateus 15:14). Porque só o Cristo é o caminho , a verdade, e a vida...Amém!