Google+ Followers

terça-feira, 2 de outubro de 2012

A mulher com Fluxo de sangue Lucas 8:43-48






E uma mulher, que tinha um fluxo de sangue, havia doze anos, e gastara com os médicos todos os seus haveres, e por nenhum pudera ser curada,
Chegando por detrás dele, tocou na orla do seu vestido, e logo estancou o fluxo do seu sangue.
E disse Jesus: Quem é que me tocou? E, negando todos, disse Pedro e os que estavam com ele: Mestre, a multidão te aperta e te oprime, e dizes: Quem é que me tocou?
E disse Jesus: Alguém me tocou, porque bem conheci que de mim saiu virtude.
Então, vendo a mulher que não podia ocultar-se, aproximou-se tremendo e, prostrando-se ante ele, declarou-lhe diante de todo o povo a causa por que lhe havia tocado, e como logo sarara.
E ele lhe disse: Tem bom ânimo, filha, a tua fé te salvou; vai em paz. 
(Lucas 8:43-48)






Esta belíssima passagem se encontra também narrada nos Evangelhos de Mateus(9:20-22), Marcos(5:25-34), e nos fala de uma mulher com um sofrimento profundo e prolongado, pois segundo os costumes hebráicos durante o período do fluxo menstrual toda mulher era considerada imunda, e tudo que ela tocasse se tornaria imundo, sendo separada até 7 dias após fim de seu fluxo para ser considerada limpa novamente(Levítico15:19-28). Mas mesmo sem tratamento eficaz pelos médicos da época, ela não se deixou abater e reuniu forças capazes de enfrentar todos os preconceitos, todas as idéias de descrença, e superando uma multidão foi em busca de sua cura, foi ao encontro de Cristo Jesus. Só que nos detalhou Lucas que ela não tocou de qualquer modo em Cristo, e sim na orla do vestido do Mestre, porque também segundo as tradições em todas as túnicas deveriam ter franjas na borda da veste com um cordão azul, para que todo aquele que vendo as franjas lembrem-se dos Mandamentos de Deus, e os cumpra(Números15:38-39). Mostrando que a mulher sofredora reencotrava na presença de Jesus a vida e o amor para com Deus, pois Cristo no Sermão do monte asseverou que não veio detruir a lei e os profetas mas cumprir(Mateus5:17), e que veio para que tenham vida, e vida em abundância(João10:10). Nos chama atenção, que apesar de estar em meio a uma multidão, Jesus sente um toque especial, e relata que dele saiu virtude, nos ensinando mais uma vez que a diferença entre todos que o procuravam era a fé, já que pelas curas maravilhosas que realizava por misericórdia , Ele era seguido por multidões, mas que a fé verdadeira é que propiciava os grandes milagres(como no caso do criado do centurião em Cafarnaum-Mateus8:5-10, entre tantos outros), e que por causa da incredulidade não pode fazer grandes maravilhas em Nazaré(Mateus13:58). E diversas vezes, ouvimo-lo na expressiva afirmação:-- ´´A tua fé te salvou``. Doentes de corpo e de alma, depois da cura, escutam a frase generosa. É que a força de vontade e a confiança do homem são forças poderosas para o desenvolvimento da fé verdadeira em Deus, religando o homem com o seu Criador. Por isso , irmãos, esforcemo-nos para atingirmos a mais pura e legítima fé em Cristo, porque Ele tudo pode! Amém!